domingo, 29 de novembro de 2009

Tempo....que não espera....

Quero!!!!


Fotografar, pintar, escrever, passear, um livro ler...

Mas, e o TEMPO????

Esse, passa a correr

Quero, sonhar, meditar, música escutar, amar, dançar...

Mas o Tempo, passa sem cessar

TEMPO gatuno, de prazer de descanço

Por culpa tua, vivo a preto e branco...

Lamento de ângustia por tempo não ter

TEMPO!!! Dá-me TEMPO de VIVER!!!



Sempre haverá TEMPO

Um dia o vais encontrar

Como fruta madura

Quando a velhice chegar

Viverás sem horas marcadas

Cismando em primaveras extintas

Contando histórias repetidas

Corpo corruído, mente confusa

Sem lugar nenhum pra chegar

Sem inquitudes, sem pressas

Tempo de sombras, de memórias

Tempo de silêncio e solidão

No vazio do coração

Na monotonia de um olhar

Terás TEMPO, muito TEMPO

TEMPO para esperar...