quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Seguindo a estrada da vida


Hoje quero falar de dor…


Dor deliciosa dor benigna

Dor de amor dor que gera vida

Hoje quero vociferar de alegria e prazer

Quero vivenciar aquando te senti nascer

Hoje mais que nunca quero mimar-te o meu colo te quero dar

Como em tempos em meu regaço te voltar a embalar

Tua pele branca e fina acariciar

Meu doce menino, meu formoso homem

Tão frágil… tão forte…tão afável

Na tua extrema fragilidade conheci a felicidade

Na tua força interior conheci a coragem

No teu jeito afectuoso conheci o carinho

Minha estrela brilhante que ilumina meu olhar

Teu dia chegou é hora de festejar

Soltem foguetes de mil cores

Colorindo o céu a terra e o mar

Meu filho está de parabéns

Faz dezanove anos que acabou de chegar

Vem meu filho, vem me abraçar

Cerca-me em teus longos e esguios braços

Deixa-me perder nesse doce abraço

Quando me encontrar quero renascer

Apenas…para te AMAR.

Parabéns Filhote Muita saúde e Felicidade.