terça-feira, 8 de janeiro de 2013


15/7/2012

Olho-vos arrebatada de encanto
Em absoluto silêncio
Desligo-me da terra, do céu do mar
Bem no meu fundo desligo-me do mundo
Dispo as vestes  da ansiedade ou depresão
Desfruto da paisagem 
E parto em viagem
Há! Que vontade de voar...
Sem hora de ir ou voltar


Sem comentários: