terça-feira, 8 de janeiro de 2013


9/7/2012

Que...
A tua pureza e simplicidade
Apague as lágrimas
Pelos homens derramadas
E das mentes sofridas
Más memórias incrustadas
Que...
Num gesto teu suave e delicado
Sementes castas de ti se  libertarão
Desgravando crueldade em todo o coração


Sem comentários: