domingo, 6 de janeiro de 2013


10/6/2012

Modela o tempo a seu vagar
Deslizando calma a cada passo 
Numa estrada pelo destino talhada
De sonhos cortados de tolhida voz
Segue calma sem embaraço
Por uma viagem que se faz veloz

Sem comentários: