quarta-feira, 9 de janeiro de 2013


1/9/2012

Entre a folhagem verdejante da natureza
Aguarda a doce musa em letargia
Que a fresca brisa venha de mansinho
Acariciar seu corpo desnudado 
Murmurando louvores à sua beleza

Sem comentários: