quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Meu Presépio








 

...



Neste presépio á beira-mar, me deixo levar


E, volto a ser criança

Ouço gargalhadas vibrantes

O bater das ondas do mar

Vejo florescer os chorões

Papoilas dançando ao vento

Recordo, silhuetas afiladas correndo no areal

Sinto, saudade, amor e alegria

Lembro os sonhos que aqui sonhei

Sinto-te!

E, neste deslumbramento

Me quedo mais um momento



Recorda-nos...



As nossas brincadeiras

As nossas travessuras

As conversas de noites inteiras

O som das gargalhadas no travesseiro abafadas

A cumplicidade no olhar

Os sonhos que sonhámos

O futuro que idealizámos

As lições que das dificuldades tirámos

Sonhos perdidos no tempo

Sonhos que ficaram para sempre

Reflecte, e vê

Nada mudou, só o tempo passou

Eu sou a mesma

A brisa que toca teu corpo, sou eu!

O sol que te aquece, sou eu!

A água das chuvas que leva tuas mágoas, sou eu!

Eu sou aquela que te ama

Eu sou aquela que te apoia

Eu sou aquela que a distância não separa

Eu sou aquela que nunca te abandona

E tu...

Tu és, amigo, fiel, companheiro...

Tu és o mano mais novo, que me protege

Tu és minha vida, minha alegria

Tu és minha estrela guia

Tu és...

Meu irmão




3 comentários:

Chris disse...

Um bonito blog. Cheio de boas fotografias e lindas palavras.

Parabens amiga e uma bjk

luismiguelines disse...

Tal como a nossa amiga Chris diz lindas fotos e palavras, fico muito contente por estares a avançar com coisas boas no teu espaço.
Um beijinho amiga.

Lenita Nabais disse...

Lindas fotos e palavras de LUZ! Parabéns pelo lindo blog, amiga! Bjs