segunda-feira, 4 de março de 2013

Àh, como é bom sentir o silencio de lugares sem rosto nem lamento
Numa terra despovoada sentir a vida enraizada
Sentir a felicidade com tão pouco... sem mais nada...

1 comentário:

Luis Miguel Inês disse...

Linda fotografia.Bjs

http://luismiguelines.blogspot.com