quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Quero a magia de um bosque encantado
Docemente descalça por ele deambular
Sentir em meu corpo a carícia do vento
Cerrar os olhos e sentir-me beijar
Quero encontrar o lugar onde abuliram fronteiras
Que não me impessam mais de viver
Quero
Simplesmente morrer...
E... súbitamente renascer
Quero
Existir, viver, ser...
E desta vez para sempre
Para sempre...

1 comentário:

Nina Filipe disse...

Ana mais uma vez aqui, este parece tirado de um conto de fadas e gnomos, pois cada um mais lindo que o outro. Amiga é sempre um prazer vir aqui a este lindo espaço tão cheio de vida e nostalgia.
Bom fim de semana com beijinhos de luz e muita alegria no seu coração.