quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Será Eterno




É tão grande minha saudade ... e tão triste a realidade
Dos meus olhos escorrem lágrimas salgadas num misto de revolta e dor, saudade e amor
Meu coração fraco vai cedendo pressionado pela dualidade do meu sentir
Que termine teu penar, é só o que me resta implorar
Expurga para longe de ti essas dores que dizes não suportar
São de angustia estes momentos tenebrosos
A Deus me ajoelho em prece e ... 
 rezo para que as amarras que te aprisionam ao teu padecer 
 se desfaçam em laços castos de amor e alva paz
Que sejam de mel as  amargas dores  de sabor a fel
Quem ama não prende...
Quero-te arredada de tudo que é nefasto e te amarra
Quero-te em meus sonhos que sonho acordada
e longe do ilógico angustiante enquanto durmo
Quero-te em mim imortalizada
Quero-te não cativa de uma existência de suplício 
Sem nunca esquecer tudo que fomos 
Porque eu tenho uma saudade insaciável e tu...
minha deusa uma  benevolência  inesgotável 
Não há razão para explicar o que sinto
Apenas que será eterno...
A amizade é assim...
Esvoaça quando lhe damos liberdade 
É este o franco verbo amor quando bem conjugado...

© Ana Sousa Simões

Sem comentários: