quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Túnel de tranquilidade



One day, one photo and some words

7/4/2012

Se me sinto amargurada, açaimada perdida
Num túnel enleado sem saída
Busco o verde da esperança
O sol a lua o céu a vida
Grito meu lamento ao vento
Agarro com fúria o tempo
E triunfante avisto saída

Ana Sousa Simões



Sem comentários: