terça-feira, 15 de outubro de 2013

O meu balancé...

Quero a magia do doce balançar de um balancé 
Meus cabelos ao vento senti-los voar 
Meu rosto de menina o sol beijar
Voar no tempo e deixar-me levar
Quero a magia do doce balançar de um balancé
Sentir-me princesa numa estória de encantar
Canções de roda cantarolar
Abrir meu peito e deixar-me voar
Quero a magia do doce balançar de um balancé
Conhecer a inocência do verbo amar 
Soltar as grilhetas que me estão a sufocar
Na inocência de menina  a vida conquistar
Num doce balançar de um balancé

2 comentários:

Tripeira disse...

Quem é que faz fotografias de ti...tão giras?? :)

Bjocas, miuda poeta

Ana Simões disse...

Uma doce amiga :) Beijinho minha linda.