quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Seres Alados


Bendita vós seres alados
Que livres voam por espaços divinos
Em terno enlevo decobrem o mundo
Na amplidão de alma pura
Em viciado deleite de flor em flor
Embriagam-se de amor
Desconhecendo  o sabor do pecado imundo

Sem comentários: