terça-feira, 24 de janeiro de 2012

17/1/2012

Vive devagar
Sente o sabor dos anos em silêncio
Inspira o ar e respira liberdade
Vive devagar
Escuta o canto do pássaro
O galopar de cavalos idos nos prados
Cheira o doce aroma de uma flor silvestre
E deixa-te entontecer
Pelas vertiginosas cores da vida


Sem comentários: