quinta-feira, 10 de janeiro de 2013


5/11/2012

O tempo não apagou o vazio de criança
E uma lágrima tímida permanece sem esperança

Sem comentários: