quinta-feira, 10 de janeiro de 2013


26/10/2012

Mais uma vez puxo as redes que outrora lancei
Mais uma vez minhas lágrimas se unem ao mar
Mais uma vez recolho redes de esperança
E com a inocência de uma criança
Acredito na esperança
E recomeço mais uma vez

Sem comentários: