quinta-feira, 10 de janeiro de 2013


3/10/2012


Nessas águas lodosas 
Nesse incerto chão
Caminhasdecidido e destemido
E entre a rede fina do teu crivo
Recolhes alimento que será o teu pão

Sem comentários: