quinta-feira, 3 de janeiro de 2013


11/5/2012

Magica atmosfera
Inundas minh'alma de fantasia
Enganadora feiticeira
Sem minha permissão
Teimas plasmar meu sentimento
De raízes fincadas ao chão
Entrego ao vento meu lamento
Tranquila...com tino
Abandono a rebeldia
E...
Aceito meu destino

Sem comentários: