quinta-feira, 3 de janeiro de 2013


1/5/2012

Desprezei a tristeza apodrecida
Saudei a lua o sol a vida
E regressei á mesma agradecida
E nesta vida desgastada 
Recusei a solidão
E sem farsas á dor disse...Não!

Sem comentários: