quarta-feira, 2 de janeiro de 2013


29/4/2012

O dia vai-se fazendo curto
Mais um que passou
Sentimentos de dor sufocam meu peito
Basta!! Grito a mim mesma
Quando parte esta tristeza
Que abalroa meu coração
Nunca parte...Adormece simplesmente
Escuto num grito de uma gaivota que passa
Contenho minhas lágrimas
Converto desafectos em afectos
Devolvo ao mar cismas que me impedem de sonhar
Expando meu coração á emoção contida
Abro o peito, respiro e beijo a vida 
Porque o amanhã pode nunca chegar

Sem comentários: