quinta-feira, 3 de janeiro de 2013


9/5/2012

Como é bela a singeleza do teu voar...
Perpétuo o momento
Pois é breve o tempo
Que tenho para te olhar

Sem comentários: