terça-feira, 8 de janeiro de 2013


6/7/2012

Passo a passo
Trepo a montanha esquecida
Entre o céu e a terra
Num abraço aprisionado
Liberto minh'alma adormecida
E num imenso esvoaçar
Sonhos flutuam á deriva
Nua de dor neste amar sem freio
Recebo do vento
O doce beijo que anseio

Sem comentários: