terça-feira, 8 de janeiro de 2013


22/7/2012

Na fugacidade de um instante
Na vereda do caminho
Meu coração não se inibe
E sussurrante declara baixinho
Segue teu sonho, segue sem desdém 
Que neste mundo fútil e louco
A felicidade é fugaz 
E nada a detém

Sem comentários: