quarta-feira, 2 de janeiro de 2013


27/4/2012

A vida é uma ponte suspensa
Onde habita um vulcão
Em constante ebulição
É um manso lago azulado
Onde sobrevoa a ilusão
Na magia de um afago
Que conforta o coração
É esperança renovada
É destemor, é dor
É fascinante é fenomenal
A Vida é Amor sem igual


Sem comentários: