quarta-feira, 9 de janeiro de 2013


2/8/2012

Caminho determinada 
Admiro o vivaz colorido da paisagem
Avisto a casinha perdida
E fantasio que é o meu palácio 
Tantas emoções tantos delírios
Quero guardar todas as cores 
Todos os aromas todas as formas e texturas
Quero correr entre a esperança
Rumar à felicidade 
Deslembrar o azedume da infância 

Sem comentários: