quarta-feira, 9 de janeiro de 2013


23/8/2012

Destas mãos salgadas
Transpiram cansaço 
De trabalho e labuta
Nestas linhas gravadas
Na pele enrugada
São marcas traçadas
Que a vida pintou

Sem comentários: